quarta-feira, 17 de agosto de 2011

duo



Planta teu olhar em mim, pra ver se um dia brota nesse solo pobre qualquer broto verde, qualquer fruto doce. Nutre de emoção meu ser, pra ver se a gente alinha igual planeta, igual zodíaco e paraíso astral. Joga seus mares em mim e bebe toda água em cada curva feita de concha, mergulhando em cada pedaço de pele que me cobrir. Toca cada acorde e som, encanta com seu tato e sua voz a me cantar. Me veste, me despe, me tome pra si e se entregue em mim para que caiba em nós dois metamorfoseados em um. Me embale em sono e sonho, com seu sorriso bobo a arrancar suspiro, adormeça nesses olhos tontos embriagados de você. Deixa seu perfume no meu travesseiro, que te guardo em devaneio, em delírio, em amor e a cada dia novo logo de manhã, planta teu olhar em mim e faz primavera todo meu ser.

  

3 comentários:

@heeldersilva disse...

Lindo.

;)

Rafael disse...

Muuuito bom!! Queria eu ter o dom de escrever tão bem assim!

Nossa.. lindo o texto!

Bjs

www.musicalsalad.blogspot.com

Laís Freitas disse...

Muito bom texto. Gostei bastante. =D